sexta-feira, 17 de novembro de 2017

Eu vi... Exposição de trabalhos

A BEMS acolhe trabalhos realizados em decoupage, uma técnica minuciosa mas que produz um efeito belíssimo, da autoria de Isabel Sá,  Assistente Operacional do AESB.

Para ver basta abrir a ligação no título abaixo.






quinta-feira, 16 de novembro de 2017

José Saramago - 95º aniversário



Se José Saramago fosse vivo completaria hoje o seu 95º aniversário. 


As Palavras de Amor


Esqueçamos as palavras, as palavras:

As ternas, caprichosas, violentas,

As suaves de mel, as obscenas,

As de febre, as famintas e sedentas.


Deixemos que o silêncio dê sentido

Ao pulsar do meu sangue no teu ventre:

Que palavra ou discurso poderia

Dizer amar na língua da semente?


José Saramago, in "Finalmente Alegria"

terça-feira, 14 de novembro de 2017

E se a minha cidade acordasse sem árvores?


E se a minha cidade acordasse sem árvores? é o tema dos trabalhos realizados pelos alunos, na disciplina de Geografia.

Exposição patente na BEMS.



Paula Sousa de Slidely by Slidely Slideshow


segunda-feira, 13 de novembro de 2017

Literacias 3 D para os alunos do 2º CEB

A primeira fase do ciclo de testes para aferir os conhecimentos literácicos nos domínios da Ciência e da Matemática iniciou-se hoje, na Biblioteca Escolar Madalena Sotto, com os alunos do 2º CEB a realizarem os seus testes na Plataforma online da Porto Editora, um projeto denominado “Literacias 3D”.


A segunda fase deste projeto será realizada entre 26 de fevereiro e 2 de março de 2018, numa escola do distrito, com os alunos representantes de cada escola /agrupamento, por  ciclo e ano de ensino. Este ano, a Literacia 3D afere, também, os conhecimentos de Inglês, aos alunos do 8º ano.

quarta-feira, 8 de novembro de 2017

Almoço Intercontinental - MIBE

A Biblioteca Escolar dinamizou, no dia 8 de novembro, um almoço temático em parceria com alunos e Professores Formadores do 11º L do Curso Técnico Profissional de Restauração, como forma de dinamizar e dar por concluídas as atividades do Mês Internacional das Bibliotecas Escolares (MIBE).

Os sabores do mundo, ligaram as comunidades e as várias culturas dos vários continentes, num buffet de cor e aromas.
Os vários intervenientes envolvidos nesta atividade (nomeadamente os dois representantes da Associação de Pais e Encarregados de Educação, o Presidente do AVCOA e três alunos da comissão de estudantes, nossos convidados nesta prova gastronómica, bem como a equipa da BE e outros Professores que não quiseram deixar de estar presentes) tiveram, assim, oportunidade de experimentar as iguarias existentes, escolher uma mesa decorada de acordo com um continente e disfrutar de um pequeno vídeo alusivo ao continente da sua mesa, existente no identificador de mesa em formato QR Code.

Para além disso as PB colocaram um pequeno presente (poema, lenda, nota informativa) em cada lugar que evidenciava detalhes característicos de cada continente e que os presentes puderam ler e levar para casa como recordação desta atividade colocando, assim, em destaque a parceria existente entre gastronomia e literatura.

Num ambiente aberto, agradável e informal, todos os presentes (alunos, professores, formadores e convidados) partilharam conhecimentos e curiosidades, falaram de várias aspetos relacionados com os sabores intercontinentais que os nossos alunos e formadores tão bem confecionaram, mostrando que as boas práticas passam pela partilha e pelo trabalho colaborativo e que é através de momentos como estes que todos saímos mais enriquecidos.

 Para abrilhantar o delicioso almoço, 6 alunos do 11º L vestiram-se a rigor para servirem as suas mesas, representando países como a Inglaterra, o Havai, A India, a China e Angola, numa iniciativa que partiu dos próprios alunos.




quinta-feira, 2 de novembro de 2017

Haiku de Outono




Uma borboleta amarela?

Ou uma folha seca

Que se desprendeu e não quis pousar?







Halloween

As atividades do MIBE terminaram com a festividade do Halloween em sala de aula. Para realçar o tema deste ano, as PB fizeram um périplo por países dos vários continentes de forma a mostrar aos alunos que as tradições estrangeiras se misturam com as culturas e tradições de cada país, tornando o mundo cada vez mais parecido.
Conhecido mundialmente como o “Dia das Bruxas”, o Halloween tem as suas origens em celebrações pagãs de origem celta. Esta festividade tinha como princípio festejar o fim das colheitas e do verão e ao mesmo tempo partilhar saberes de medicina popular, sendo que essas pessoas eram designadas por “bruxas”, “feiticeiros” ou “druidas”. As fartas fogueiras, a algazarra e as risadas “demoníacas”, talvez provocadas pelo excessivo consumo de hidromel, enchiam a imaginação dos que não participavam nessas reuniões, nascendo, assim, uma das mais lendárias tradições humanas.
Celebrado em diversos outros países, inclusive em Portugal, o Halloween é hoje uma festa na qual se traja e encarna personagens (ligadas ao oculto ou não, dependendo do país) e se dá largas à imaginação, com partidas feitas porta a porta e /ou com adereços mais assustadores.
Para aqueles que sofrem de “parascavedecafriafobia”, o Halloween é sintomático de pavor e medo, sendo que os fãs destas festividades aproveitam bem esta fobia para polvilhar de fantasia as suas “diabruras”.

Na BEMS, os alunos tiveram oportunidade de apreciar os trabalhos realizados pelos colegas que participaram com as suas Jack O’ Lanterns. Nesta exposição temática as PB destacaram o fundo documental adequado a esta época e divulgaram-no como motivação para a leitura recreativa.